Eventos Dia: 17/05/2018

GESTÃO DE RISCOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: UMA NOVA REALIDADE NOS CONTRATOS ADMINISTRATIVOS (INCLUINDO JOGOGOV) - MA

Pdf-icon

A gestão de riscos e procedimentos de compliance nos contratos administrativos não são apenas um tema novo, mas sim, necessários. A nova Lei das Estatais já exige das empresas a criação de órgãos internos de gestão de riscos e compliance, da mesma forma, o Projeto de nova Lei de Licitações também os exige, sem contar as inúmeras instruções normativas federais que sinalizam a matéria, como por exemplo a IN 01/16 e, recentemente, a IN 05/17.

Os procedimentos relativos às contratações públicas exigem, cada vez mais, dos servidores envolvidos, conhecimentos especializados e atualizados, relativos tanto ao conjunto normativo geral, quanto a normas específicas, editadas para regulamentar a matéria e/ou possibilitar a concretização de políticas públicas.

No âmbito da Administração Pública, escassas são as obras e artigos elaborados sobre o assunto. Entretanto, a implantação dessa nova realidade causa dúvidas e indagações, principalmente quando a teoria é transportada para a prática.

Tratando-se, pois, de uma realidade evidente na Administração Pública, o referido curso, com um programa consistente e inovador, apresentado por um dos maiores especialistas do assunto e baseado em questões práticas, polêmicas e relevantes sobre a gestão de riscos e o compliance nos contratos administrativos, se orgulha em disponibilizar este treinamento completo, avançado, diferenciado e exclusivo. 


GESTÃO DAS RELAÇÕES ENTRE ESCOLA, FAMÍLIA E COMUNIDADE - PEDREIRAS

Pdf-icon

Na educação, desde a família e principalmente nas escolas, os modelos educacionais tradicionais estão sendo, cada vez mais, questionados. Referenciais que pareciam verdades perenes, entraram em crise. A ciência nos fez compreender que o mundo e a vida não eram estáticos e que as supostas verdades eram sempre limitadas. Esse novo modelo de compreender o mundo, revolucionou a sociedade contemporânea. Abriu a possibilidade de investigar. Tudo pode ser novamente questionado. Novas habilidades e competências pessoais e profissionais passaram a ser exigidas cada vez mais. A visão do mundo mudou. Do tudo fragmentado, passamos para a necessidade do tudo sistêmico. Os novos cenários, portanto, estão a exigir novo modelo educacional na família, na escola e na comunidade como um todo. Ações isoladas já não respondem mais às necessidades. Portanto, é preciso refletir esses novos tempos, os novos modelos educacionais e construir alternativas para que família, escola e comunidade possam coletivamente responder aos novos desafios. Muito além do que fazer, precisamos discutir caminhos sobre como construir e implementar essas mudanças.